You are currently viewing Resultados do quarto trimestre de 2020

Resultados do quarto trimestre de 2020

Os resultados do quarto trimestre de 2020 começaram a ser divulgados ontem com o Itaú, reportando uma redução de 26% comparado ao 3T19.

Além disso, no mês de fevereiro várias empresas divulgarão seus números.

Antes de mais nada, vamos fazer um breve panorama sobre 2020.

RETROSPECTIVA 2020

Em primeiro lugar, era previsto um ano de recuperação econômica.

Contudo, uma pandemia deixou o mundo com medo.

Desde já, saímos da euforia para uma pandemia sem precedentes.

Todavia, o Ibovespa despencou cerca de 44%.

Marcado por vários circuit breaks, Março foi um mês bem atípico e conturbado.

Portanto, assustando os investidores recém chegados.

Nesse sentido, muitos entraram em pânico e seguiram a “manada”, perderam dinheiro.

Em contrapartida, investidores mais experientes aproveitaram as fortes quedas para comprar ativos em “promoção”.

Em conclusão a bolsa de valores recuperou seu patamar pré-pandemia em dezembro.

Ou seja, quem soube esperar conseguiu um bom retorno nos investimentos.

Resultados do quarto trimestre de 2020 serão bons?

Ao passo que a bolsa se recuperou, as empresas de forma geral tiveram um terceiro trimestre melhor do que o restante do ano.

As empresas ligadas a shopping centers e turismo foram muito afetadas. Por outro lado, as exportadoras se beneficiaram do dólar alto.

Simultaneamente, devemos ficar atentos ao rumo que a economia vai tomar nos próximos meses.

Resultados do quarto trimestre de 2020, DATAS:

PRIMEIRA SEMANA

Primeiramente, já temos os bancões e seus lucros bilionários.

01/02 – Itaú(ITUB3)

03/02 – Bradesco(BBDC3) e Santander(SANB11)

SEGUNDA SEMANA

Em seguida, Banco do Brasil que vem sendo muito comentado nos últimos dias. Importante ficar de olho na queridinha Engie.

08/02 – Banco ABC Brasil(ABC4); Banco Pan(BPAN4); BB Seguridade(BBSE3); BR Properties(BRPR3); Duratex(DTEX3) e Porto Seguro(PSSA3).

09/02 – Aery]is Energy(AERI3); BTG(BPAC11); Romi(ROMI3); LOG(LOGG3); Neoenergia(NEOE3) e TIM(TIMS3).

10/02 – Banco Pine(PINE3), Banco Banrisul(BRSR6), Klabin(KLBN11), Suzano(SUZB3) e Totvs(TOTS3).

11/02 – Banco do Brasil(BBAS3); Cesp(CESP6); Cosan(CSAN3);

Cyrela(CCPR3); Engie(EGIE3); Lojas Renner(LREN3);

Multiplan(MULT3); Rumo(RAIL3) e Sanepar(SAPR11).

12/02 – Alpargatas(ALPA4); Cosan(RLOG3); Usiminas(USIM6)

TERCEIRA SEMANA

Ao passo que a IRBR3 se envolveu em muitas polêmicas recentemente, esse resultado é um dos mais esperados pelo mercado.

17/02 – Carrefour(CRFB3).

18/02 – IRB Brasil(IRBR3) e JHSF3.

19/02 – Brasil Brokers(BBRK3) e EDP Brasil(ENBR3).

QUARTA SEMANA

22/02 – CTEEP(TRPL4) e Itaúsa(ITSA4)

23/02 – CSN(CSNA3); Pão de Açúcar(PCAR3); Smiles(SMLS3) e Telefônica(VIVT4).

24/02 – AES Tiete(TIET11); Gerdau(GGBR4), Petrobrás(PETR4); Sul America(SULA11); Ultrapar(UGPA3)e Weg(WEGE3).

25/02 – Banco BMG(BMGB3); Brasil Foods(BRFS3);

Fleury(FLRY3), GOL(GOLL4); Intermedica(GNDI3); Localiza(RENT3); Minerva(BEEF3); Sequóia Logistíca(SEQL3) e VALE3.

26/02 – Hypera(HYPE3)

Esperamos números melhores e uma recuperação econômica em “V”.

Dessa forma, ainda é importante ficar de olho nos desdobramentos causados pelo vírus.

Ou seja, muitos estímulos financeiros; isenção de impostos.

Por último, é essencial acompanhar o resultado das empresas que você possui em carteira.

Lucas Magalhães

Engenheiro Ambiental por formação; Bancário por profissão; Investidor por paixão!

Deixe um comentário